substantivos teoria e exemplos

Substantivos: teoria e exemplos

O substantivo é uma das primeiras classificações de palavras que aprendemos na Língua Portuguesa: se trata do grupo de palavras que dá nome aos seres, coisas, objetos, substâncias.

Contudo, entender o conceito de substantivo é apenas o primeiro passo para compreender essa classe de palavras; afinal, o estudo delas possui muitas nuances mais, que veremos nesta aula. Acompanhe e boa leitura!

Classificação dos substantivos

Os substantivos possuem diversas formas de classificação, que veremos abaixo:

  • Comuns: dão nome aos grupos de seres da mesma espécie. Exemplo: revista, estado, vegetal, nariz, abraço;
  • Próprios: dão nome a seres particulares que certa espécie, como nomes de indivíduos, países, organizações etc. Exemplo: Paulo, Florianópolis, Recife, Amazonas, Uruguai, Flamengo etc.;
  • Abstratos: dão nome a ações, estados, qualidades ou sentimentos cuja existência depende de outros seres. Por exemplo, a feipur precisa de algo concreto (um objeto, uma pessoa, um ser) para se manifestar. Exemplo: alegria, disposição, dor, tristeza, feiúra, mentira;
  • Concretos: dão nome a seres cuja existência não depende de outros. Exemplo: gato, homem, deusa, fogo, corpo;
  • Primitivos: nomes que não são derivados de outros. Exemplo: noite, dia, carro, oceano, terra;
  • Derivados: são nomes que provêm de outros. Exemplo: notívago (de noite), diário (de dia), carroceria (de carro), oceanário (de oceano), terrestre (de terra);
  • Simples: nomes que têm apenas um elemento formador ou radical. Exemplo: lápis, madeira, fruta, fogo;
  • Compostos: nomes formados por dois ou mais elementos. Exemplo: Lápis-lazúli, madeira de lei, fruta-pão, fogo-fátuo;
  • Coletivos: são nomes comuns que designam conjuntos de seres de igual espécie. Exemplo: fauna (todos os animais de uma região), biblioteca (conjunto de livros), alcateia (de lobos), povo (de pessoas), floresta (de árvores), arquipélago (de ilhas), banda (de músicos), bando (de pássaros).

Perceba que os substantivos podem ter várias classificações ao mesmo tempo. Por exemplo, cadeira é um substantivo comum, concreto, simples e primitivo. Acontecimento, por sua vez, é comum, abstrato, simples e primitivo.

Gênero dos substantivos

No Português, os substantivos variam em dois gêneros: masculino e feminino. Enquanto substantivos masculinos vêm juntos dos artigos o, um, os, uns, os substantivos femininos são precedidos pelos artigos a, uma, as, umas.

Segundo algumas regras de formação de gêneros, os substantivos podem ser classificados em biformes ou uniformes. Os uniformes podem também ser sobrecomuns, comuns de dois gêneros ou epicenos. Vejamos cada um desses conceitos:

  • Substantivos biformes: possuem duas formas diferentes conforme o gênero do substantivo que nomeiam, em geral alterando o fim da palavra. Exemplo: o professor, a professora / o leão, a leoa.
  • Substantivos uniformes: têm apenas uma única forma. Há diferentes condições para classificar o gênero desse substantivo. Alguns desses substantivos existem em apenas um gênero, como muitos seres não vivos. Exemplo: o ódio, a rua, um rio, uma cadeira.
  • Substantivos sobrecomuns: só possuem um gênero, mas são utilizados para indivíduos. Exemplo: a criança, o cônjuge, o gênio, a vítima.
  • Substantivos comuns de dois gêneros: são invariáveis nos dois gêneros, ficando sempre iguais. A identificação é feita por outras palavras que definem gênero, como artigo, adjetivo ou pronome. Exemplo: o/a atleta, o/a estudante, o/a gerente, o/a policial.
  • Substantivos epicenos: não variam e nomeiam animais. Podem vir acompanhados de termos como “macho” ou “fêmea” para diferenciar. Exemplo: o lagarto, o jacaré, a garça, a onça (macho ou fêmea).

Grau dos substantivos

Conforme o grau dos substantivos eles são classificados como aumentativos e diminutivos.

  • Aumentativo: aponta o aumento do tamanho de alguém ou algo. É dividido em:
    • Analítico: acompanhado de um adjetivo que indica grandeza. Exemplo: apartamento pequeno.
    • Sintético: tem acréscimo de um sufixo que indica aumento. Exemplo: apartamentão.
  • Diminutivo: indica diminuição do tamanho de algum ser ou alguma coisa. É dividido em:
    • Analítico: substantivo acompanhado de um adjetivo que indica pequenez. Exemplo: apartamento pequeno.
    • Sintético: tem acréscimo de sufixo que indica diminuição. Exemplo: apartamentinho.

Número dos substantivos

Os substantivos são flexionados em número singular e plural. O primeiro refere-se a um único ser ou um grupo deles; o último refere-se a mais de um ser ou grupos de seres. A formação do plural se dá da seguinte forma:

  • Substantivo terminado em vogal: acrescenta-se S. Exemplo: boné/bonés;
  • Substantivo terminado em M: substitui-se M por NS. Exemplo: passagem/passagens;
  • Substantivo terminado em ÃO: substitui-se por ÕES, ÃOS, ÃES. Exemplo: mão/mãos, pão/pães, campeão/campeões;
  • Substantivo terminado em R e Z: acrescenta-se ES. Exemplo: albatroz/albatrozes, ar/ares;
  • Substantivo terminado em S (oxítonos e monossílabos): acrescenta-se ES; Exemplo: mês/meses, lilás/lilases;
  • Substantivo terminado em S (paroxítonos e proparoxítonos): não varia. Exemplo: o lápis/os lápis;
  • Substantivo terminado em AL, EL, OL, UL: substitui-se I por IS. Exemplo: pardal/pardais, quartel/quartéis, farol/faróis, azul/azuis;
  • Substantivo terminado em IL (oxítonos): substitui-se L por s. Exemplo: carril/carris;
  • Substantivo terminado em IL (paroxítonos): substitui-se IL por EIS. Exemplo: míssil/mísseis;
  • Substantivo terminado em N: acrescenta-se S ou ES. Exemplo: hímen/himens, hímen/hímenes;
  • Substantivo terminado em X: não varia. Exemplo: o látex/os látex

Espero que este conteúdo tenha ajudado você a compreender mais sobre substantivos e suas classificações. Se tiver dúvidas e quiser aprender mais sobre redação e gramática, acesse meu site e inscreva-se para receber meus conteúdos!

Me acompanhe nas redes sociais: curta a minha página no Facebook, me siga no Instagram, se inscreva no Youtube e participe do meu canal oficial no Telegram.

Compartilhar:

Deixe uma resposta