Uso da Vírgula: Como não errar mais?

O domínio do uso da vírgula é essencial para escrever uma boa redação e não errar aquelas questões que costumam confundir os estudantes mais apressados na hora de fazer a prova. Leia esse conteúdo da Redação e Gramática Zica e aprenda as regras mais cobradas no Enem, vestibulares e concursos.


Não se separa sujeito do verbo!
Esse é um erro grave que alunos cometem e certas bancas até descontam mais pontos nesses casos. Observe os dois exemplos abaixo. Eles não demandam o uso da vírgula.
Exemplos:

Você não pode falar isso comigo.
Eu irei muito bem na prova.

Vírgula com a conjunção ‘pois’
Essa é uma regra de uso da vírgula pouco conhecida. Por isso, engana os estudantes. Dependendo da forma como a vírgula é colocada, antes ou depois da conjunção ‘pois’, a oração assume outro sentido. Vírgula está antes do ‘pois’ tem sentido de causa.
Exemplo:

Ele dança muito bem, pois é dançarino de axé.

Vírgula antes e depois do ‘pois’ dá ideia de conclusão.

Exemplo:

Ele dança muito bem, será, pois, dançarino profissional de axé.

Viu como apenas a vírgula altera completamente o sentido da oração? Esse tipo de erro causa descontos na nota da redação pelo equívoco em si e pela falta de coesão e coerência.


Assinalar o aposto
Para quem não lembra, aposto é aquela informação que colocamos no texto e não causa prejuízos ao seu entendimento se a tirarmos de lá. O aposto entre vírgulas é considerado explicativo! E mais uma dica valiosa: lembre-se que aposto não tem verbo.
Exemplos:

A minha professora, pessoa maravilhosa, faz com que eu entenda o conteúdo. Lembro-me de Lucas, por exemplo, que só fazia besteiras.

Antes do ‘e’, quando em orações com sujeitos diferentes ou quando ele se repetir
No exemplo abaixo o uso da vírgula está adequado porque o ‘e’ está separando duas orações com dois sujeitos diferentes (‘eu’ e ‘meu pai’).
Exemplo:

Eu mandei um email, e meu pai escreveu uma carta.

Quando o ‘e’ se repetir a vírgula é obrigatória.

Exemplo:

Fez-se o céu, e a terra, e o mar.


Assinalar o vocativo
Relembrando que o vocativo é verificado quando se evoca algo ou alguém. O uso da vírgula está correto em todas as frases abaixo.

Exemplos:

Posso ajudar, senhor?
Senhor, posso ajudar?

Posso, senhor, ajudar?

_

_

Se tiver dúvidas e quiser aprender mais sobre redação e gramática, acesse meu site e inscreva-se para receber meus conteúdos!

Me acompanhe nas redes sociais: curta a minha página no Facebook, me siga no Instagram, se inscreva no Youtube e participe do meu canal oficial no Telegram.

Compartilhar:

Deixe uma resposta