Frase, oração e período

Frase, oração e período: aprenda a diferença de uma vez

Frase, oração e período são elementos que compõem qualquer texto escrito em prova, já que ele é formado por uma sequência lógica de ideias, que são organizadas e colocadas em parágrafos. Contudo, ao contrário do que muita gente pensa, frase, oração e período não são sinônimos, e possuem suas diferenças.

Neste artigo, vamos ver quais. Acompanhe e boa leitura!

Frase

A frase pode ser definida por seu propósito comunicativo. Isso significa que frase é todo enunciado que consegue transmitir ideias e traduzir sentidos completos em um contexto de comunicação e interação verbal.

Entre características presentes nas frases, estão:

  • As frases podem ser criadas a partir de uma única palavra ou mais de uma;
  • As frases podem ter verbo ou não;
  • A primeira letra da frase deve ser sempre maiúscula;
  • Na escrita, o começo e o fim da frase são marcados por pontuação (. ! ? …);
  • Na escrita, os limi
  • Na fala, o começo e o fim da frase são marcados por uma entoação característica. Não esqueça que a entoação é a maneira como os falantes associam o contorno da expressividade, como no caso das frases declarativas e interrogativas.

Alguns exemplos de frases

— Ai!

— Como assim?

— Mas que horror!

— O quê?

— Preciso terminar aquilo.

— Socorro!

Tipos de frases

  • Declarativas: não são marcadas por entonação expressiva ou intencional. Em geral, possuem declarações afirmativas e negativas e terminam com ponto final. Exemplo: Hoje não poderei ir ao médico.
  • Exclamativas: entonação expressiva, reação mais exaltada. Em geral, termina com ponto de exclamação (!). Exemplo: Que feio!
  • Imperativas: enunciado que traz um verbo no modo imperativo. Em geral, sugere uma ordem e termina com pontos de exclamação (!) ou final (.). Exemplo: Grite mais alto!
  • Interrogativas: entonação de pergunta. Em geral, termina com um ponto de interrogação (?). Exemplo: Quando você sai?

Oração

A oração é uma unidade sintática que se organiza em torno de um verbo ou de uma locução verbal. Ela pode ou não ter sentido completo. Quase toda oração tem um sujeito (o ser sobre quem se diz algo), mas é essencial que tenha um predicado (o que se diz sobre o sujeito). O predicado é um elemento fundamental na oração. Uma frase pode ser composta por uma ou mais orações.

Alguns exemplos de orações

  • Não tiraram quase nada.
  • Quase acabamos!
  • Faz muito calor nesta estação.
  • Eu vou ler o livro amanhã de manhã.
  • Ontem fui ao apartamento de Maria para escutarmos música.
  • Vou praticar tênis com Joana para o campeonato, ela vai me auxiliar pois conhece bem as jogadas.

Tipos de orações

  • Oração coordenada: quando as orações da mesma frase não têm uma conexão direta – em outras palavras, são independentes – temos uma oração coordenada. Essas orações não possuem função sintática uma sobre a outra, pois uma ação não precisa da outra para acontecer. Exemplo: Levantei tarde e dei comida para meu gato.
  • Oração subordinada: é aquela que tem função sintática em relação à oração principal. Em outras palavras, depende da principal e é complementar ao seu sentido. Há quatro tipos de oração subordinada: adjetiva, adverbial, reduzida e substantiva. Exemplos:
    • Os estudantes, que leram muito ao longo do ano, foram bem no teste. (subordinada adjetiva)
    • Iremos à praia, desde que não haja trânsito. (subordinada adverbial)
    • Acredito que a escolha da moça foi precipitada. (subordinada substantiva)
    • É necessário ir ao consultório (oração reduzida).

A oração reduzida é aquela que não é introduzida por uma conjunção. A conjunção que seria colocada na frase foi suprimida. No exemplo acima, a versão desenvolvida da oração seria: É necessário que você vá ao consultório.

Período

O período é um enunciado linguístico que se forma de uma ou mais orações. Ou seja, essa estrutura sintática reúne uma ou mais orações e possui sentido completo.

Alguns exemplos de períodos

  • Assim que ele saiu, escondeu os objetos a serem destruídos.
  • As noites de inverno são muito frias!
  • Paulo me chamou para explicar que chegará mais cedo.
  • Ontem almoçamos em casa.
  • A palestra de hoje foi muito chata.
  • Meu gato é muito carinhoso, mas bagunceiro.

Tipos de períodos

  • Período simples: formado por apenas uma oração, também chamada de oração absoluta. Exemplo: Os educadores receberam as avaliações.
  • Período composto: formado por duas ou mais orações. Exemplo: Ontem o dia estava chuvoso, por isso as meninas foram ao cinema, ao clube e depois voltaram para casa.

Como combinar frase, oração e período para escrever um texto?

Quando escrevemos um texto, precisamos dar a ele uma unidade com coerência e coesão. Esses são dois conceitos essenciais para elaborar um bom texto, porque são eles que vão assegurar uma compreensão satisfatória do conteúdo. Assim, saber combinar frase, oração e período de forma correta e estruturada no texto é fundamental para dar essa coerência e coesão.

A coesão abrange as articulações gramaticais que existem entre as palavras, as orações e as frases para garantir uma boa sequência de eventos. Em outras palavras, para o período ficar compreensível. Já a coerência trata da relação lógica entre as ideias utilizando mecanismos formais, como elementos gramaticais e lexicais e conhecimento compartilhado.

Afinal, qual é a diferença entre frase, oração e período?

Espero que, com as explicações e exemplos acima, você tenha compreendido a diferença entre oração, frase e período. Mas, não custa revisarmos para reforçar o conteúdo.

  • A frase é um enunciado de sentido completo que pode ser composta por uma ou mais palavras;
  • A oração é uma frase que possui um verbo (ou locução verbal);
  • O período é uma frase formada por uma ou mais orações, podendo ser simples ou composto.

Espero que este conteúdo tenha ajudado você a compreender as diferenças entre frase, oração e período. Se tiver dúvidas e quiser aprender mais sobre redação e gramática, acesse meu site e inscreva-se para receber meus conteúdos!

Me acompanhe nas redes sociais: curta a minha página no Facebook, me siga no Instagram, se inscreva no Youtube e participe do meu canal oficial no Telegram.

Compartilhar:

Deixe uma resposta