Correção de Redação

Correção de redação: como funciona?

Muitos alunos ficam curiosos para decifrar o que eles pensam ser um enigma: como é a correção de redação. Leia esse conteúdo da Redação e Gramática Zica para entender como é todo o processo e confira ainda algumas dicas sobre como funciona a cabeça do corretor.

A correção de redação do Enem, por exemplo, é assim: dois avaliadores analisam o desempenho do estudante de acordo com as cinco competências e atribuem uma nota entre 0 e 200 para cada uma delas. A nota final é a média desses pontos e que pode chegar até 1000. Um corretor não sabe a nota que o outro deu. Em casos de discrepância, o texto passa por um terceiro avaliador.

A professora Pamba é uma avaliadora e revelou todos os segredos da correção de redação nessa vídeo aula. Para fazer uma redação nota mil, o estudante deve tentar refletir e entender a forma como pensa o corretor antes de escrever o texto em si. Há três pontos muito importantes nesse sentido:

O que vai cair?
A maioria dos estudantes fica tentando especular qual será o tema, mas isso é algo imprevisível. Lembre-se que sempre será algum tipo de problema e a sua redação deverá contemplar uma tese (o seu ponto de vista) e um projeto de intervenção (uma possível solução);

E se eu não souber de nada?
É impossível que o aluno não saiba de nada, pois o tema da redação nunca é algo muito específico e local. O tema sempre é um problema do ponto de vista nacional que todos sabem abordar de alguma forma. Mas, caso você não tenha um repertório sobre o tema pedido, leia a coletânea de textos fornecidos para fazer a redação. Você não pode copiar trechos deles;

Mude sua visão sobre redação
A redação é um direito seu! É nessa parte da prova que o aluno prova que é um ser pensante e capaz de propor soluções. Por isso, a redação tem um peso maior na nota.

A correção de redação é quase um teste de sedução, o candidato deve convencer o avaliador com suas palavras. Uma redação que agrada os avaliadores é baseada em argumentos e escrita sempre em terceira pessoa. Além disso, é preciso mostrar que você tem bom senso crítico. Claro, que não pode-se deixar de lado outros elementos básicos como: o domínio da escrita formal da língua portuguesa, compreensão da proposta, coesão e coerência.

_

Se tiver dúvidas e quiser aprender mais sobre redação e gramática, acesse meu site e inscreva-se para receber meus conteúdos!

Me acompanhe nas redes sociais: curta a minha página no Facebook, me siga no Instagram, se inscreva no Youtube e participe do meu canal oficial no Telegram.

Compartilhar:

Deixe uma resposta